quarta-feira, 15 de junho de 2016

Dicas de atividades para organizar o sistema lexical



     As dicas de hoje são 2 atividades que tem como objetivo organizar o sistema lexical de uma criança que tenha passado por avaliação fonoaudiológica e apresenta alterações na categorização semântica. Vamos aos materiais necessários para cada atividade e as orientações:

Atividade 1:

Materiais: Miniaturas de alimentos, animais, meios de transporte e etc. As miniaturas podem ser substituídas por figuras selecionadas pelo terapeuta.



Orientações: Iniciar o trabalho de categorização solicitando que a criança “separe/ arrume” objetos de categorias superordenadas (ex: animais x alimentos), para depois categorizar objetos da mesma categoria semântica, iniciando pelos co-hipônimos distantes (animais da fazenda x animais selvagens) e finalizando o trabalho com os co-hipônimos próximos (animais de estimação – cachorros x gatos).

Atividade 2:

Materiais: Blocos lógicos (Dica: em Belo Horizonte pode ser adquirido na Feira Hippie).
Orientações: Realizar atividades de categorização em que a própria criança deve criar suas categorias. Para esse trabalho, podem ser utilizadas peças de diferentes formas, cores e tamanhos e a criança deve organizá-las da maneira que achar mais pertinente. Durante todo o processo, o terapeuta deve auxiliar o paciente e questionar a lógica utilizada por ele.

Dicas de leitura para o Fonoaudiólogo:

Befi-Lopes, DM; Bastos, DA; Rodrigues, AA. Habilidade de organização hierárquica do sistema lexical em crianças com distúrbio específico de linguagem. Rev. Soc. Bras. Fonoaudiol., v.11,n.2,p.82-9,2006a.

Befi-Lopes DM; Gândara , JP; Felisbino, FS. Categorização semântica e aquisição lexical: desempenho de crianças com alteração de desenvolvimento de linguagem. Revista CEFAC, v.8, n.2, p.155-61,2006b.

* As informações fornecidas neste blog devem servir apenas de orientação geral para um fonoaudiólogo e jamais devem ser substituídas pela consulta com um fonoaudiólogo habilitado no diagnóstico e intervenção para o distúrbio de linguagem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores